5 formas de como ter plantas em apartamentos

Quem não sonha em ter um jardim em casa? Ter um jardim é um privilégio de poucos, mas plantas em apartamentos já é uma tendência e com isso, todos podem desfrutar deste encanto. Com alguns poucos cuidados é possível transformar sua casa e a sua vida.

Quem não sonha em ter um jardim em casa? Ter um jardim é um privilégio de poucos, mas plantas em apartamentos já é uma tendência e com isso, todos podem desfrutar deste encanto. Com alguns poucos cuidados é possível transformar sua casa e a sua vida.
Compartilhe:
26/09/2018

Contato com a natureza é algo que a maioria de nós quer, mas quando se vive em grandes cidades isso pode se tornar um pouco difícil no dia a dia. E para compensar a falta de verde lá fora, ele foi trazido para dentro de casa. Esta é uma tendência que chegou para ficar e é cada vez mais vista na decoração.

Mas é possível manter plantas em apartamentos? Sem que para isso seja preciso dispensar o escasso tempo livre que temos? Sim, é bem possível. E é sobre isso que nós vamos falar nesse artigo. Como escolher, criar e manter um espaço verde em casa.

E as dicas servem para todas as pessoas e rotinas. Você pode morar em uma grande cidade, como Ribeirão Preto, e ainda encontrar espaço no seu cotidiano para cuidar de um pequeno jardim. Basta escolher a planta certa para o seu caso. Acompanhe.

Parede verde

A parede verde faz parte dos chamados “Jardins verticais” e está em grande destaque atualmente, pois além de bonitos, eles ajudam a promover o isolamento térmico em praticamente todos os ambientes.

A solução parte de uma estrutura instalada próxima à parede – de ambientes externos ou internos – na qual ficam dispostas as plantas orgânicas. O jardim pode ser montado de diversas maneiras em qualquer local que recebe iluminação (mesmo que indireta), mas precisa de alguns cuidados para maior durabilidade das plantas, por exemplo:

Para ambientes externos (com maior incidência solar), recomendamos utilizar plantas mais resistentes, como Colar de Pérolas, Hora Inglesa, entre outras. Já para ambientes internos (com menor incidência solar), recomendamos plantas de sombra, como Véu de Noiva, Samambaias, Renda Francesa, entre outras.

Outro item muito importante é sobre a irrigação do seu Jardim Vertical. Para jardins muito extensos como fachadas, muros altos, onde tenha difícil acesso é indicado contratar uma empresa especializada para executa-la, que irá prever sistemas de irrigação automáticos, com adubagem líquida e sistema de escoamento de água que seja eficiente.

Agora se o seu objetivo é fazer um jardim vertical simples você pode optar por vasos dispostos verticalmente (vasos de barro absorvem melhor a água) ou estruturas prontas para jardins verticais feitas de concreto, placas de fibra de coco, canos de PVC, plástico e estruturas cerâmicas. Para fixar vasos utilize painéis de madeira, treliças de bambu ou metálicas e cordas para os jardins suspensos.

Dica importante: Lembre-se que a estrutura tem que ser firme e bem fixada, com furos para que a água escorra e com um sistema de dreno para essa água excedente caso o jardim seja interno.

parede-verde-no-apartamento
Foto: Pinterest

Mini horta

Indicada para quem deseja ter sempre à mão temperos frescos e até alguns legumes e verduras, a mini horta pode assumir diversos formatos, tamanhos e até níveis de complexidade. Tudo vai depender da dedicação e do espaço selecionado. Além disso o cuidado e o contato com as plantinhas é excelente para relaxar no cotidiano.

Em geral, para se ter uma mini horta são precisos alguns vasos, terra escura e adubada para plantar as sementes dos legumes e frutos desejados. São diversas opções como: cebolinha, tomatinho, manjericão, alecrim, agrião, almeirão, hortelã, boldo entre outras.

Os cuidados com a mini horta incluem: analisar o tamanho das raízes (para garantir que o vaso seja apropriado), trocar regularmente o adubo para manter a terra com nutrientes necessários para o crescimento das plantas, além de jamais falhar na irrigação. A quantidade ideal de água é fácil de ser determinada, basta durante o dia colocar os dedos na terra que deve sempre estar úmida e não encharcada.

Regra de ouro: tenha uma mini horta apenas se você estiver com disposição para dedicar 20 ou 30 minutos diários a ela. Mas acredite, valerá a pena. A sensação de orgulho é indescritível e o hábito é terapêutico e saudável.

mini-horta-apartamentos
Foto: Pinterest

Terrários

Muito populares em sites de decoração e inspiração, os terrários vêm conquistando corações pelas inúmeras possibilidades que eles oferecem.

Enquanto algumas pessoas usam os aquários mais tradicionais, outras inovam e utilizam maletas, bowls e até mesmo lâmpadas para montar o seu.

Com pedrinhas, terra adubada, musgo e suas plantinhas favoritas você já pode começar a pensar no seu. A melhor indicação são as plantas que precisam de menos água, como os cactos e as suculentas.

A ordem para montar o seu terrário é: pedras ou cascalho, terra e as plantas para finalizar – é claro!

Você também pode comprar um pronto em lojas de decoração e plantas, mas usar a criatividade é sempre mais gostoso!
 
terrários-apartamentos
Foto: Pinterest

Como complemento da decoração

Nessa categoria estão as pequenas plantinhas. Fáceis de cuidar e bem adaptáveis. Ajudam a levantar o ambiente e dão um toque de natureza ao lugar.

Livros, quadros e mobília. Uma plantinha pode realçar diversos elementos. Uma mesa de escritório, um aparador ou mesmo o batente de uma janela podem ser ótimas opções para ganhar mais vida com um vasinho de planta.

Algumas plantas que cabem em qualquer cantinho e trazem cor e vida para a sua casa são: suculentas, bromélias, zamioculca, singônio, avenca, clorofito, e claro, o mini cacto. Todas elas são indicadíssimas para acompanhar a decoração. Os cuidados são água e luz. Simples assim.

decoração-plantas-apartaementos
Foto: Pinterest

Suspensas

Essa talvez seja a decoração que mais remete à nossa infância. Quem aqui não teve uma plantinha suspensa bela e perfeita em casa? Se não na nossa, certamente na casa das nossas avós. Pois agora elas estão dominando também os apartamentos.

A sua variedade tem atraído muitas pessoas. Algumas possuem um aspecto despojado e outras são discretas e pequenas – como as suculentas, as flores, etc.

Você pode usa-las em vasos, pendentes ou até fazer efeitos de cascata. O grande segredo ao lidar com as plantas suspensas é trabalhar a repetição dos padrões. Três ou quatro vasos com diferentes alturas costumam dar um ótimo efeito ao lugar.

plantas-suspensas-apartamentos
Foto: Pinterest

 

Não é preciso ter superpoderes para poder ter e cuidar de plantas em apartamentos. Basta um pouco de paciência e algumas doses de dedicação. Você certamente sentirá os resultados positivos em pouco tempo.

Outra opção para se manter perto do verde é escolher um lar próximo a um parque, praça ou bosque, como o Portofino Residencial, que conta com todo o conforto e a luxuosidade do bairro Ribeirânia, ao mesmo tempo em que está próximo à maior área verde de Ribeirão Preto, o Parque Curupira.

Gostou das nossas dicas? Então siga as nossas redes sociais e acompanhe as nossas publicações no Blog. Estamos sempre trazendo dicas e novidades para vocês decorar o seu lar.

Entre em contato conosco

Entre em contato conosco

WhatsApp VENDAS

(16) 99100 - 2222

Fale com VENDAS

(16) 3441 - 8807

Rua Conde Afonso Celso, 613

Sumaré - Ribeirão Preto/SP